Tradutor

10 de outubro de 2011

Navegar

Adormeci em um barco à deriva,ele desce o rio a caminho do mar,nao tenho marinheiro,bùssola,nem radar...
Ele segue docemente desenhando as àguas calmas que se movimentam como nuvens debaixo dos meus pés. O mar me espera,nao tenho pressa mas, ele me espera,ele me espera.

2 comentários:

Diego disse...

O mar sempre estará lá.

Hospício Temporário disse...

e poder deixar fluir...